Molho pesto de ora-pro-nobis

Há muitas variações do molho pesto, esta receita leva ora-pro-nobis e castanha do Pará, bem saborosa e versátil.

Ingredientes:

1 xícara de folhas  de oro-pro-nobis

1 dente de alho pequeno

½ xícara de castanha do Pará (castanha do Brasil)

¾ de xícara de azeite

½ xícara de queijo parmesão ralado

Pimenta do reino e sal a gosto

Modo de preparo:

Lave e pique as folhas de ora-pro-nobis, reserve.

Ponha no copo do liquidificador as castanhas, o alho, o queijo, o azeite e triture até obter uma pasta, acrescente as a folhas reservadas e triture mais, até ficar bem homogêneo.

Está pronto para servir seu gosto com massas, canapés, batatas ou com o que você desejar.

A receita original desse molho é à base de pinole e manjericão, mas essa releitura fica tão boa quanto, ou melhor.

Dicas:

As castanhas podem ser substituídas por sementes de girassol.

Do Wikipédia:

Ora-pro-nobis (Pereskia aculeata), do latim “rogai por nós“, é uma cactácea, um cacto trepadeira com folhas. Tem espinhos e pode ser usada em cercas vivas, se desenvolvendo bem tanto à sombra como ao sol. As folhas secas e moídas são usadas em diferentes receitas, especialmente em sopas, omeletes, tortas e refogados. Muita gente prefere consumir as folhas cruas em saladas, acompanhando o prato principal. Outros as usam como mistura para enriquecer farinha, massas e pães em geral. É servido cotidianamente nas cidades históricas do estado de Minas Gerais, onde a planta é mais popular. Ainda há o emprego para a produção de mel e possui 25,4% de proteínas, sendo por isso conhecido como “carne dos pobres”, vitaminas A, B e C bem como, além do ferro, minerais como cálcio e fósforo.

   ora-pro-nobis (2)   ora-pro-nobis

Espero que experimente e goste!

Maria Sônia

Anúncios

14 pensamentos sobre “Molho pesto de ora-pro-nobis

    • Muitas pessoas até conhecem a planta, mas não pensam que ela é comestível. No estado de Minas Gerais ela é muito usada na culinária, moro em São Paulo e por aqui ora-pro-nobis não é muito comum na cozinha e portanto é um pouco complicado comprar. Há na internet venda e doação de mudas. Eu tenho um pequeno pé, que trouxe de Itu, interior de São Paulo (é de fácil propagação e cultivo). Obrigada pelo comentário, espero ter ajudado. Abs, Maria Sônia.

    • Olá Fabiane, fico feliz em te ver por aqui: seja bem-vinda! Fique a vontade para pegar as dicas e receitas que quiser, se surgir alguma dúvida ou sugestão, pergunte. Obrigada pelo comentário. Abs, Maria Sônia.

  1. Maria Sônia, vim retribuir a visita e já fiquei feliz: a gente caça usos e receitas de ora-pro-nobis (que a gente conhece aqui por promus) e vou colocar esta no repertório! 🙂

    • Eu que fico feliz por recebê-la por aqui, seja bem-vinda! Não conhecia por promus, interessante! Realmente o ora-pro-nobis é, infelizmente, pouco divulgado. Tão rico e tão subutilizado! Obrigada pelo comentário. Abs, Maria Sônia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s