Coxinhas de jaca

A textura macia e o sabor neutro da jaca verde possibilitam utilizá-la de diversas maneiras como carne vegetal. No caso, preparei uma deliciosa coxinha, que surpreendeu todos que a provaram e aprovaram. Experimente essa receita que não leva ingredientes de origem animal! Você vai mudar sua opinião sobre jaca!

Ingredientes:

½ jaca verde cozida e desfiada (aproximadamente 500 g)

1 cebola grande

2 tomates concassé

2 colheres de sopa de óleo

½ maço de cheiro verde

1 colher de café de curry

1 colher de sobremesa de páprica

1 colher de sobremesa de sal

1 receita de massa para coxinha (receita de massa convencional de sua preferência)

Óleo para fritar

Modo de preparo:

Providencie uma jaca verde com cerca de 15 cm de comprimento, lave-a muito bem. Proteja as mãos com sacos plásticos ou luvas e, com uma faca afiada, remova a casca da jaca sobre uma superfície forrada com papel, depois de descascá-la, passe sobre toda a jaca um papel toalha umedecido com óleo, corte-a ao meio e continue passando o papel com o óleo, até remover toda o “leite” contido na jaca. Lave os pedaços da jaca, ponha-os em uma panela de pressão com água suficiente para cobri-los e uma colher de sopa rasa de sal, leve ao fogo, quando ferver, tampe a panela e deixe cozinhar por 20 minutos após pegar pressão. Passado o tempo indicado, tire do fogo e deixe a pressão sair naturalmente, retire a jaca da panela, ponha-a em um bowl e com o auxílio de um garfo desfie metade da jaca, reserve. Leve ao fogo uma caçarola com o óleo e a cebola picada, refogue sem deixar dourar, adicione a jaca desfiada e mexa, tempere com sal, páprica, curry, salsa e cebolinha picadas e os tomates concassé (sem pele e sem sementes) picados, mexa, retire do fogo e reserve. Prepare a massa para coxinha e molde as coxinhas como na receita tradicional, recheie cada coxinha com uma colher de sopa da jaca temperada, passe as coxinhas na água, na farinha de rosca e frite em óleo quente até dourar, retire com o auxílio de uma escumadeira, pondo-as sobre papel toalha.

Dicas:

Congele o restante da jaca cozida caso não vá usá-la no prazo de uns três dias, ou tempere e mantenha-a na geladeira por uma semana. Para remover o “leite” da faca utilizada para cortar a jaca, aqueça a lâmina da faca na chama do fogo e passe papel toalha, com cuidado para não queimar as mãos.

   DSC06849   DSC06847

   DSC06845   DSC06842

Surpresa maravilhosa!

Maria Sônia

Anúncios

12 pensamentos sobre “Coxinhas de jaca

  1. Pingback: Esfihas com carne de jaca | Maria mestre-cuca

  2. Pingback: Escondidinho de carne de jaca | Maria mestre-cuca

  3. Pingback: Pastel de carne de jaca | Maria mestre-cuca

    • Olá Adriana, normalmente uso a jaca mole com mais ou menos 2 mês, caso contrário a jaca já tem bagos grandes, deixando a carne da jaca com sabor e cheiro característico de quando ela estar madura. Caso você use a dura, colha-a antes do que a jaca mole verde. Abs, Maria Sônia.

  4. Pingback: Torta de carne de jaca | Maria mestre-cuca

  5. Oi! Amei a receita. Queria saber como “tratar” a jaca pra fazer a carne. Que jaca tem que ser, como reconheço se ela esta no ponto para o preparo etc. E também vi que da para fazer receitas com o caroço, mas o caroço dessa jaca mais verdolenga também pode ser utilizado para esse fim? Ou ela tem que estar mais madura?

  6. Pingback: Carne de jaca ao molho barbecue | Maria mestre-cuca

  7. Pingback: Coxinhas de frango | Maria mestre-cuca

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s