Bolinhos de bacalhau com aipim

Quem não gosta de bolinho de bacalhau? Eu pessoalmente adoro! Aprenda a preparar uma deliciosa receita bem facinha.

Ingredientes:

1 kg de aipim/ mandioca cozida

500 g de bacalhau dessalgado desfiado

3 ovos

Pimenta do reino e noz-moscada a gosto

½ maço de cheiro verde bem picado

Farinha de rosca para empanar

Óleo para fritar

Modo de preparo:

Depois que dessalgar o bacalhau, seque-o bem em uma toalha de cozinha limpa e desfie bem fininho, reserve. Cozinhe o aipim/mandioca, depois de cozido, remova a fibra grossa do centro, em seguida, amasse para obter um purê, junte ao bacalhau e tempere com noz-moscada, pimenta do reino, cheiro verde bem picado e adicione as gemas (reserve as claras para empanar). Misture bem, faça bolinhos no tamanho desejado, passe nas claras e na farinha de rosca. Frite em óleo quente até que estejam dourados, retire com o auxílio de uma escumadeira e coloque sobre papel toalha. Sirva quente.

Dicas:

Antes de moldar os bolinhos, verifique o sal, pois, caso o bacalhau esteja bem dessalgado, será necessário adicionar um pouco.

   dsc08721   dsc08724

Experimente!

Maria Sônia

Bacalhau na cerveja

Bacalhau faz parte da tradição de Páscoa, não pode faltar no centro da mesa com a família reunida para partilhar o almoço, os chocolates e principalmente os momentos e a alegria! Aproveite essa receita prática, rápida e surpreendente!

Ingredientes:

500 g de lombo de bacalhau em postas dessalgado

6 batatas médias pré-cozidas, sem casca e em rodelas

200 ml de cerveja clara

3 tomates não muito maduros, sem pele e sem sementes, em rodelas

1 cebola média cortada em meia lua

1 pimentão pequeno sem as sementes, em rodelas

Folhas frescas de alecrim picadas

4 colheres de sopa de azeite extra virgem

Alcaparras a gosto (opcional)

Modo de preparo:

Em um refratário arrume o bacalhau intercalando-o em camadas com batatas, tomates, cebola e  pimentão. Regue com a cerveja e salpique o alecrim, leve ao forno alto preaquecido por 20 minutos, retire do forno, regue com o azeite e disponha as alcaparras se desejar. Sirva quente.

   dsc08688

Feliz Páscoa!

Maria Sônia

Filé de porquinho frito

Peixe frito é uma delícia! O porquinho é um tipo de carne firme, suave e saborosa. Empanado com farinha de arroz fica bem sequinho, um espetáculo! O preparo é bem simples. Acompanhe o passo a passo rápido e delicie-se!

Ingredientes:

8 filés de peixe porquinho limpos e sem a pele

Suco de um limão

½ colher de chá de sal

¾ de xícara de farinha de arroz

1 colher de chá de caldo de legumes em pó ou outro tempero pronto para peixes

Noz-moscada ralada e pimenta do reino a gosto

Modo de preparo:

Esfregue os filés no suco de limão, aperte-os com as mãos para remover o excesso do suco, tempere com o sal e deixe descansar por 20 minutos. Em um bowl, junte a farinha de arroz e tempere com o caldo de legumes, a noz-moscada e a pimenta do reino, misture bem, passe os filés de um a um de ambos os lados. Frite no óleo quente até começar a dourar.

Dicas:

Você irá precisar de uma faquinha bem afiada para cortar os filés, caso não o adquira pronto.

   dsc08053

   dsc08058

Espero que goste!

Maria Sônia

Fundo de peixe

Muitas pessoas não gostam de consumir a cabeça do peixe, mas ao descartá-la, estamos desperdiçando muita matéria prima, pois, em peixes grandes como namorado, pintado e outros desse porte, a cabeça chega a pesar em torno de 1 kg. Com essa receita você irá usar com capricho as cabeças dos peixes, sem desperdício!

Ingredientes:

500 g de cabeça de peixe

1 e ½ litro de água

1 folha de louro

1 cebola média

2 dentes de alho

Pimenta do reino em grão

1 cravo da índia

1 pimenta dedo de moça semas sementes (opcional)

½ talo de salsão

3 ramos de salsinha inteiros

Modo de preparo:

Limpe e corte em pedaços a cabeça do peixe, coloque os pedaços em uma panela e junte todos os outros ingredientes (higienizados e com casca mesmo, pode cortar a cebola em pedaços grandes). Leve ao fogo baixo por uns 25 minutos sem deixar ferver. Passado o tempo, coe o caldo em uma peneira sobre um bowl. Volte o caldo para a panela e tempere com sal a gosto. Sirva quente.

Dicas:

Esse fundo é perfeito para preparar risoto, sopas ou um delicioso pirão.

   dsc08149   dsc08143

Aproveite e reaproveite!

Maria Sônia

 

Croquete de sardinha

Esta receita é rápida e fácil, ótima opção de prato coringa que serve de entrada ou acompanhamento. Experimente!

Ingredientes:

8 sardinhas pequenas em conserva ou escabeche (https://mariamestrecuca.wordpress.com/2013/07/03/sardinha-a-escabeche/)

4 colheres de sopa do caldo da conserva ou do molho escabeche

1 xícara de chá de farinha de trigo

1 cebola média picada

½ maço de cheiro verde picado

½ pimentão sem pele picado (https://mariamestrecuca.wordpress.com/2014/01/21/pimentao-assado/comment-page-1/)

1 clara misturada a uma colher de sopa de água

Farinha de rosca para empanar

Alecrim, noz-moscada, pimenta do reino moída e sal a gosto

Óleo para fritar

Modo de preparo:

Amasse as sardinhas com auxílio de um garfo, coloque-as em uma panela e junte o caldo/molho da sardinha, a cebola, o pimentão e os temperos. Leve ao fogo mexendo sem parar até que esteja bem refogado. Adicione a farinha aos poucos continuando a mexer e cozinhe até que desgrude do fundo da panela. Retire do fogo e deixe esfriar um pouco. Molde os croquetes com pequenas porções da massa, em seguida, passe-os na clara misturada com a colher de sopa de água e levemente batida e na farinha de rosca. Frite em óleo quente até que esteja dourados, retire com o auxílio de uma escumadeira e coloque-os sobre papel toalha. Sirva a seguir.

Dicas:

É importante usar só a clara do ovo quando vamos empanar algo para fritar, pois, quando usamos o ovo inteiro, a fritura absorve mais gordura.

   DSC07843   DSC07845

 Crocante por fora e macio por dentro!

Maria Sônia

Peixe fidalgo frito

Este peixe de água doce, de carne branca e deliciosa, é ótimo para prepararmos de qualquer forma: assado, ao molho, frito. Bom também para preparar ceviche. Experimente!

Ingredientes:

1 peixe fidalgo de 2 kg

1 limão

2 dentes de alho

1 colher de sobremesa de folhas de alecrim fresco

2 colheres de sobremesa de sal

1 e ½ xícara de farinha de arroz ou de trigo

½ litro de óleo para fritar

Modo de preparo:

Limpe e lave o peixe, corte-o em postas ou pedaços e reserve. Bata no liquidificador o suco do limão com o sal, o alecrim e o alho, esfregue o molho obtido nas postas de peixe e deixe repousar por 1 hora. Em seguida, passe o peixe na farinha e frite em óleo bem quente até dourar.

Dicas:

Esse peixe tem a espinha central bastante dura, para cortar as postas procure encontrar o ponto entre as vertebras.

   DSC06509   DSC06439

Muito saboroso!

Maria Sônia

Filé de tilápia frito

Em comparação com outros tipos de peixe, a tilápia possui um preço mais elevado. No entanto, sua carne é muito saborosa e suave, de textura macia e sem espinhas, ou seja, vale o investimento! Experimente o filé frito, uma gostosura!

Ingredientes:

1 kg de filés de tilápia

Suco de um limão

½ xícara de farinha de trigo

½ xícara de maisena

1 colher de sobremesa de sal

Alecrim fresco, cominho, pimenta do reino e açafrão a gosto

½ litro de óleo para fritar

Modo de reparo:

Lave os filés e tempere com o suco de limão, aperte-os entre as mãos para retirar o excesso do suco. Ponha-os em um bowl, junte o sal com os condimentos e passe em todos os filés, deixe repousar por 30 minutos. Misture a farinha com a maisena, empane os filés um a um de ambos os lados, frite aos poucos em óleo quente por uns 5 minutos. Sirva quente.

Dicas:

  • A tilápia é um peixe de água doce de carne bem delicada, por isso, ao fritá-la, caso tenha que virá-la para fritar de ambos os lados, utilize uma escumadeira.
  • Usando a farinha misturada com maisena para empanar peixes, carne vermelha ou frango evita-se que a fritura absorva muito óleo.
  • Por não possuir espinhas, a tilápia é ideal para crianças e idosos.
  • Para evitar que sua cozinha fique com odor de peixe no momento da fritura, adicione casca de limão (apenas a parte verde) ao óleo enquanto estiver preparando o filé.

   DSC07350   DSC07355

Simplesmente magnífico!

Maria Sônia

Escondidinho de bacalhau

Este escondidinho é um prato que faz parte das minhas receitas especiais de fim de ano. Cremoso e muito saboroso pode ser servido em porções individuais como entrada ou como prato principal, de qualquer maneira, tenho certeza que fará sucesso em sua ceia!

Ingredientes:

½ kg de mandioca

½ kg de batata

700 g de bacalhau

200 g de requeijão

1 pacote de leite de coco em pó (La Violetera)

100 g de azeitonas

100 g de queijo holandês (Maasdamer)

½ xícara de azeite de oliva extra virgem

2 cebolas médias

½ colher de chá de sal

Noz-moscada, pimenta do reino e cheiro verde a gosto

Suco de 1 limão

Modo de preparo:

Dessalgue o bacalhau. Escalde-o rapidamente em água fervente com o suco de limão, escorra-o e desfie. Leve ao fogo uma caçarola com o azeite e refogue a cebola bem picadinha sem deixar dourar, adicione o bacalhau, as azeitonas picadas, o cheiro verde e a pimenta do reino moída, refogue, mexendo continuadamente, por mais alguns minutos em fogo alto para não juntar caldo. Retire do fogo e reserve. Cozinhe a mandioca e a batata descascadas em uma panela de pressão por 5 minutos após a panela pegar pressão, desligue o fogo e deixe a pressão sair naturalmente. Dispense a água do cozimento e passe a mandioca e a batata cozidas pelo espremedor de batatas para obter um purê. Prepare o purê obtido com sal, noz-moscada, leite de coco, requeijão e mexa até ficar bem homogêneo. Divida o purê em duas partes iguais, ponha metade em um refratário, despeje todo o bacalhau, cubra com a outra parte do purê espalhando-o de vagar com o auxílio de um pão duro, rale o queijo e ponha por cima. Leve ao forno para gratinar por aproximadamente 30 minutos. Sirva quente.

   DSC06777   DSC06767

Feliz Natal!

Maria Sônia

Peixe fidalgo ao molho

Aproveitando a visita que fiz à minha mãe, que mora em Pernambuco, preparei este peixe comum por lá. O fidalgo é fácil de fazer, de carne tenra e suave. Espero que goste!

Ingredientes:

2 kg de peixe fidalgo

Suco de um limão

1 cebola média

2 dentes de alho

2 tomates concassé (picados sem pele e sem sementes)

2 colheres de sobremesa de sal

1 pimentão pequeno

1 colher de sopa de azeite ou óleo

½ colher de sobremesa de colorau ou páprica

½ colher de sobremesa de folhas de alecrim fresco

1 pimenta dedo de moça

½ maço de coentro

2 xícaras de água

3 ovos

4 colheres de sopa de farinha fina branca de mandioca

Sal e pimenta do reino a gosto

Modo de preparo:

Limpe e lave o peixe, corte-o em postas, coloque as postas em um bowl, adicione o suco de limão e reserve. Ponha o azeite em uma caçarola, adicione a cebola e o alho bem picados e refogue sem deixar dourar, junte o tomate, o pimentão, a pimenta sem as sementes e o alecrim (todos bem picados), adicione as duas colheres de chá de sal, refogue mais um pouco, junte as 2 xícaras de água, cubra a panela e deixe cozinhar por 10 minutos. Passado esse tempo, aperte as postas do peixe com as mãos para retirar o excesso do suco de limão, arrume o peixe cuidadosamente no molho, adicione o coentro picadinho, cubra a panela novamente e cozinhe por mais 5 minutos em fogo baixo. A parte, bata as claras dos ovos em ponto de neve, em seguida, vá adicionando as gemas uma a uma, batendo até ficar bem firme, junte a farinha de mandioca e tempere com sal e pimenta do reino, mexa e disponha o batido sobre o peixe, mantenha a panela em fogo baixo até que o ovo esteja firme como uma omelete. Sirva quente acompanhado de arroz branco.

Dicas:

O fidalgo é um peixe de água doce de carne saborosa e bem delicada, portanto, não o cozinhe por muito tempo. Caso queira preparar uma moqueca substitua a água por leite de coco.

   DSC06379

   DSC06377

Uma delícia!

Maria Sônia

Pescada frita

Gosto muito de peixes fritos e sempre procuro prepará-los da melhor forma. Já fiz empanados usando diversas farinhas (de mandioca, de rosca, de trigo) e dias atrás resolvi utilizar a farinha de arroz. Que grata surpresa! A pescada ficou bem crocante, sequinha por fora e macia por dentro, espetacular! Experimente você também!

Ingredientes:

1 kg de pescadas médias

1 limão

1 colher de sobremesa de sal

1 xícara de farinha de arroz

¼ de xícara de maisena (amido de milho)

Pimenta do reino a gosto

½ litro de óleo para fritar

Modo de preparo:

Esprema o limão, ponha o suco em uma tigela e reserve. Limpe as pescadas (retirando a espinha central). Lave-as e passe-as no suco do limão, aperte as pescadas delicadamente com as mãos e ponha-as em outra tigela, tempere com sal e pimenta do reino, cubra a vasilha e deixe repousar por 1 hora na geladeira. Passado esse tempo, misture a farinha de arroz e a maisena, retire o peixe da geladeira e passe na farinha, um de cada vez. Frite em óleo quente até ficar dourado. Sirva quente com molho campanha e saladas.

Dicas:

A farinha de arroz é muito boa para empanar, deixando as frituras mais crocantes, sem absorver muito óleo nem queimar com facilidade (como a farinha de rosca ou a de mandioca).

Poucos sabem diferenciar o molho vinagrete e o molho campanha, mas há uma diferença entre eles. O molho campanha é uma mistura que normalmente leva tomates (sem semente), pimentão verde e cebola picados, óleo/azeite, vinagre/limão e sal. Eu prefiro prepará-lo sem pimentão, acrescentando alcaparras, azeitonas e pimentas. Já o vinagrete é uma emulsão à base de ácido e óleo (vinagre/limão + azeite/outros óleos).

   DSC06249   DSC06251

Crocante e sequinha!

Maria Sônia