Sopa especial de mandioca

O inverno tem data marcada para acabar, ele se despedirá de nós dia 22 de setembro. As sopas são pratos característicos dessa temporada que nos aquecem e nutrem. Mas, os bons apreciadores do prato não deixam de degustar uma boa sopa em qualquer época. Essa é deliciosa e leva como ingredientes chaves a mandioca (aipim) e a carne seca. Não deixe de provar!

Ingredientes:

600 g de mandioca cozida normalmente (não se esqueça de retirar o fio central da raiz)

500 g de carne seca

1 xícara de arroz (de preferência, arroz para risoto)

100 g de quiabo

1 cebola grande

5 dentes de alho

1 folha de louro

½ maço de coentro fresco

Noz-moscada a gosto

Modo de preparo:

Dessalgue a carne como indicado na embalagem ou, caso compre avulsa, corte-a em pedaço médios, coloque-os em uma vasilha imersos em água e mantenha assim por 12 horas trocando a água a cada 3 horas. Coloque a carne dessalgada em uma panela pressão, adicione a folha de louro, um litro de água, a cebola cortada ao meio, os dentes de alho inteiros e leve ao fogo, quando ferver, tampe a panela e cozinhe por 20 minutos. Deixe amornar, desfie a carne e volte-a para a panela. Amasse a mandioca com o auxílio de um garfo ou bata-a no liquidificador/processador com um litro de água (se oprtar por amassar a mandioca com o garfo, esse litro de água deve ser adicionado juntamente a ela no próximo passo), despeje na panela e adicione o arroz e os quiabos cortados bem fininhos. Baixe o fogo ao máximo e cozinhe até que o arroz esteja na consistência desejada, mexendo de vez em quando. Prove o sal. Adicione o coentro bem picado e a noz-moscada, sirva quente.

Você vai querer repetir o prato!

Maria Sônia

Anúncios

Tapioca com carne seca

A tapioca é um dos pratos tradicionais nordestinos muito apreciados, versátil, é possível variar bastante os sabores do recheio, que pode ser tanto doce quanto salgado. Hoje é fácil adquirir a massa para tapioca em supermercados de todo o Brasil, mas, para apreciar uma tapioca perfeita, dê preferência à goma do norte vendida a granel em mercados públicos por exemplo. Ao adquirir a goma do norte seca e hidratá-la em casa, além de poder guardá-la na geladeira por uma semana, você estará garantindo uma tapioca mais apetitosa, menos ácida e menos quebradiça por se tratar de polvilho integral (polvilho doce e azedo juntos), já que quando adquirimos a base pronta para tapioca, na maioria das vezes ela é composta por um ou outro. O polvilho doce deixa a tapioca muito borrachuda e o polvilho azedo a torna quebradiça, dificultado o manuseio ao assar.

Ingredientes:

2 xícaras de goma do norte seca

¾ de xícara de água

300 g de carne seca dessalgada

300 ml de água

1 cebola média

2 dentes de alho

1 folha de louro

Páprica picante a gosto

Cheiro verde a gosto

Muçarela fatiada a gosto

Modo de preparo e montagem:

Dessalgue a carne como indicado na embalagem, corte em cubos médios, coloque em uma panela de pressão, junte os 300 ml de água e o louro, leve ao fogo, quando ferver, tampe a panela e cozinhe por 20 minutos. Passado o tempo, retire a panela do fogo e deixe a pressão sair naturalmente, caso ainda haja caldo, volte a panela ao fogo sem fechá-la até secar por completo. Em seguida, desfie a carne, volte-a para a panela, adicione a cebola picada e o restante dos ingredientes, refogue mais um pouco, retire do fogo e reserve.

Em um bowl, coloque a goma, adicione os ¾ de água e mexa com a mão misturando bem, depois de molhada, passe a base para tapioca por uma peneira grossa sobre o bowl. Divida em 6 porções iguais. Em uma frigideira rasa e teflonada, coloque uma das porções e leve ao fogo baixíssimo, cubra com uma tampa e asse por uns 2 minutos, retire a tampa, cubra toda superfície da tapioca com a carne reservada, adicione a muçarela, dobre no formato de meia lua, aperte levemente e retire do fogo, colocado no prato em que for servir.

Dicas:

Para acelerar o dessalgue da carne, troque a água a cada 2 horas e ferva por 2 vezes descartando a água, antes de adicionar a água para o cozimento definitivo.

Caso você umedeça o polvilho mais do que o recomendado, coloque sobre ele algumas folhas de papel toalha e aperte um pouco para absorver o excesso de líquido, deixando-o no ponto de peneirar.

  dsc01523   dsc01519

Quem resiste?

Maria Sônia