Plantago (tanchagem) crocante

Vem crescendo o número de pessoas que tem se interessado por conhecer, cultivar e aproveitar as PANCs (Plantas Alimentícias Não Convencionas), plantinhas muitas vezes desprezadas e pouco reconhecidas, mas, que guardam grande conteúdo nutritivo e são cheias de propriedades. A que apresento hoje é a Plantago (Plantago major L.), também conhecida popularmente como acatá, erva de ovelha, nervosos, trachás, língua de vaca… Há quem a utilize com  fins terapêuticos: analgésico, anti-inflamatório, cicatrizante, sedativo, digestivo. Rica em zinco e potássio, tem sabor levemente ácido, lembrando o do broto de alfafa. Se encontrar por aí, plante uma mudinha e com o restante prepare essa receita fácil e rápida. Bom apetite!

Ingredientes:

(Para 5 folhas grandes de Plantago)

½ xícara de farinha de trigo

½ xícara de água

1 colher de sopa de óleo

½ colher de café de sal

Noz-moscada ralada a gosto

Modo de preparo:

Lave e seque as folhas, reserve-as. Em um pequeno bowl, misture a farinha com a água mexendo bem, adicione o restante dos ingredientes com exceção das folhas, misture. Passe as folhas uma a uma de ambos os lados na mistura obtida e frite-as em óleo quente sem deixar com que fiquem muito douradas. Depois de fritas, coloque-as sobre papel toalha para retirar o excesso de óleo. Sirva como acompanhamento para sopas e caldos, na finalização de pratos ou esmigalhe e adicione a farofas já prontas para dar uma deliciosa crocância, perfeitas também para acompanhar churrasco.

Dicas:

As folhas também podem ser consumidas cruas em saladas, nesse caso, fatie-as de tal qual a couve crua, em fatias bem fininhas.

Que grata (e saborosa) surpresa!

Maria Sônia

Anúncios

Creme de abóbora com bredo

Essa receita combina a usual abóbora, muito usada para o preparo de sopas e cremes como esse com uma PANC (Planta Alimentícia Não Convencional). A plantinha de nome bredo, também conhecida como caruru, é rica em vitaminas A, B1, B2, C, potássio, ferro e cálcio. Muito comum, nasce e cresce praticamente em qualquer lugar, você até pode cultivá-la em casa em um vaso, já que ela é simples de cuidar e de crescimento rápido. Para isso, basta um lugarzinho com incidência de sol direta. O bredo também pode ser usado refogado como acompanhamento ou em diversas preparações como farofas e cozidos. Dê uma chance ao diferente e surpreenda seu paladar!

Ingredientes:

300 g de bredo

500 g de abóbora cabotiá

2 colheres de sopa de óleo ou azeite

1 cebola grande

2 dentes de alho

Sal, pimenta do reino e noz-moscada a gosto

Modo de preparo:

Lave o bredo, pique-o bem, reserve. Leve ao fogo uma panela com o azeite, refogue a cebola e o alho também bem picadinhos. Em seguida adicione a abóbora cozida e batida no liquidificador, tempere e cozinhe até que o bredo esteja macio. Sirva quente acompanhado de queijo ralado e pão.

 

   dsc09107   dsc09098

Bom apetite!

Maria Sônia