Pão de fubá

Um pão fácil de fazer e diferente dos demais, esta delícia de fubá é perfeita combinação para o café da tarde, acompanhado com queijo ou goiabada. Espero que goste!

Ingredientes:

2 xícaras de água

½ xícara de açúcar

½ colher de sopa de sal

1 e ½ xícara de fubá

4 colheres de sopa de óleo

1 colher de sopa erva-doce

½ xícara de água morna

30 g de fermento fresco para pão

3 e ½ xícaras de farinha de trigo

Modo de preparo:

Coloque em uma panela, 2 xícaras de água, reserve uma colher de sopa do açúcar e junte o restante à água, adicione também o sal e a erva doce, leve ao fogo e quando ferver, retire a panela do fogo. Adicione o fubá de uma só vez, mexa vigorosamente para não criar grumos. Em seguida, volte a panela ao fogo e cozinhe por uns 5 minutos mexendo continuadamente, retire do fogo e deixe esfriar. À parte, morne ½ xícara de água, ponha em um bowl e adicione o fermento e o açúcar reservado, mexa, cubra o bowl com uma toalha úmida ou um saco plástico e deixe-o descansar por 10 minutos. Depois que o fubá esfriar, adicione-o ao fermento, mexa e junte a farinha aos poucos sovando bem, deixe descansar por 20 minutos. Divida a massa em 2 partes, molde os pães, passe-os em fubá e ponha-os em formas untadas com óleo, deixe os pães crescerem até dobrarem de tamanho, leve-os para assar em forno médio até dourar.

Dicas:

Se preferir, molde pequenos pãezinhos. Boleie porções de massa, passe-as no fubá e deixe crescer na forma em que for assar.

   DSC06161

   DSC06158

Bom apetite!

Maria Sônia

Pão da vó Edite

A mãe de uma querida cunhada, mais conhecida como vó Edite, me apresentou este pão há cerca de 4 anos e me passou a receita desde então. Receita que ficou esquecida e que quando reapareceu não deu certo de primeira pois, não esperei o tempo suficiente de crescimento. Depois, com mais paciência, fiz novamente o pão e o resultado ficou ótimo, muito saboroso e leve. Aí está a receita do pão da vó Edite, uma delícia!

Ingredientes:

950 g de farinha de trigo

500 ml de leite integral (Mococa)

200g de açúcar cristal (União)

60 ml de óleo (5 colheres de sopa)

1 colher de sopa de margarina em temperatura ambiente

1 colher de sopa rasa de sal

10g de fermento biológico Fleischman

Farinha de trigo para polvilhar

Modo de preparo:

Em um bowl grande junte o açúcar, o sal, a margarina e o óleo.  Adicione o leite amornado, mexa um pouco com um pão duro, ponha o fermento e vá colocando os 950 g de farinha aos poucos sempre mexendo até agregar bem os ingredientes, dispense o pão duro e sove a massa até ela ficar homogênea e não grudar mais na mão.

Unte com margarina uma forma retangular de 37×25 cm e reserve.

Divida a massa em quatro partes iguais. Abra uma parte de cada vez com um rolo em uma superfície um pouco enfarinhada previamente, enrole como um rocambole, pressionando suavemente. Faça o mesmo processo com  as outras partes e leve-as, dentro da forma para crescer dentro de um saco grande (com muito ar dentro para ter espaço suficiente para os  pães crescerem sem encostar no plástico) em um local não muito frio por aproximadamente 6 horas (tenha paciência, vale a pena).

Após este tempo asse os pães em fogo médio por uns 30 minutos ou até ficarem bem dourados.

Dicas:

Seguir o passo a passo desta receita meticulosamente e aguardar o tempo de crescimento da massa é necessário pois, eu mesma já mudei uma coisa ou outra e acabei por não obter o melhor resultado.

É importante cobrir os pães com um saco plástico, para os pães não ressecarem, a superfície quando ressecada impede o seu crescimento.

Por se tratar de uma massa delicada, caso a forma que escolher para assar os pães for fina, utilize, como eu fiz, duas formas, uma dentro da outra (repare na foto).

   pão vó1   pão da avó Edite cru

pão da avó Edite (3)   pão da avó Edite (2)

Bom apetite!

Maria Sônia